domingo, março 20, 2011

Filha real.


A filha real me da um trabalhão, mas também me faz sorrir e chorar de emoção. Me faz perder a pose, o tom, o centro, mas me faz imitar o zoológico inteirinho achando a maior graça, de macaco à tartaruga eu posso ser. Mudo de pensamento em dois tempos, basta um pedido de desculpa envergonhado ou um abraço carinhoso. "Te amo, mamãe", se tornou a frase predileta, pura poesia de vinicius de Moraes, minto, melhor, muito melhor. Um beijinho aqui um beijinho acolá, e ela pinta o sete, me tira do centro, me deixa maluca.

Ser mãe é dose pra leão, mas eu ando rugindo pra vida.
Força? Incondicional.
Amor? Total.

"Nessa vida real, não há o bem sem o mal."

Um comentário:

Simone Collet disse...

AMIGA q lindo o q vc escreveu, como é lindo o q vc escreve... tenho certeza q é lindo pq sai do seu coração... ô coração lindo de escrever rss!
FOTO gostosaaaa dmais!!!!!!!